ANED

A ANED – Associação Nacional de Educação Domiciliar – é uma instituição sem fins lucrativos, fundada no ano de 2010, por iniciativa de um grupo de famílias.
A principal causa defendida pela ANED é a autonomia educacional da família. Não nos posicionamos contra a escola, mas entendemos que, assim como os pais têm o dever de educar, têm também o direito de fazer a opção pela modalidade de educação dos filhos. Defendemos, portanto, a liberdade e a prioridade da família na escolha do gênero de instrução a ser ministrado aos seus filhos, com base na Declaração Universal de Direitos Humanos, artigo 26, e no Código Civil Brasileiro, artigo 1.634. 

Nossos três principais objetivos

Promover a defesa do direito da família à Educação Domiciliar no Brasil, através da representação coletiva dos seus associados junto às autoridades, aos órgãos e entidades pertinentes.

Promover a defesa do direito da família à Educação Domiciliar no Brasil, através da representação coletiva dos seus associados junto às autoridades, aos órgãos e entidades pertinentes.

Promover ações de divulgação da Educação Domiciliar através de artigos, estudos, cursos, palestras, simpósios, workshops, seminários, debates, audiências públicas e privadas, e outros meios de comunicação.

Promover ações de divulgação da Educação Domiciliar através de artigos, estudos, cursos, palestras, simpósios, workshops, seminários, debates, audiências públicas e privadas, e outros meios de comunicação.

Promover a integração e a cooperação entre as famílias educadoras, fornecendo o suporte necessário para esse fim.

Promover a integração e a cooperação entre as famílias educadoras, fornecendo o suporte necessário para esse fim.

Atividades Destaques

 

 

Consultoria jurídica às famílias educadoras, principalmente àquelas que foram denunciadas e processadas; 

Formação de grupos de apoio, equipando pais com importantes informações para o início da prática da Educação Domiciliar;

Participação e promoção de eventos sobre educação domiciliar em diversos estados do Brasil e no exterior;

Participação efetiva em processos não iniciados pela ANED mas onde atuamos em favor das famílias educadoras, como em projetos de lei na câmara dos deputados, e no recurso extraordinário apreciado pelo STF, onde inclusive atuamos como Amicus Curiae no Recurso Extraordinário 888.815, e obtivemos em 2016 o Sobrestamento (suspensão) de todos os processos que tramitavam na justiça contra famílias que praticam educação domiciliar, concedido pelo Ministro Luís Roberto Barroso;

Realização de audiências públicas e privadas, com autoridades dos três poderes, dentre as quais destacamos a Procuradoria Geral da República, AGU, Casa Civil, Secretaria Executiva da Presidência da República, Ministérios Públicos Estaduais, Supremo Tribunal Federal, Ministério da Educação, Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Senado Federal e Câmara dos Deputados;

Divulgação intensa e contínua através de matérias, reportagens, debates e entrevistas em diversas emissoras de rádio e televisão, jornais, revistas, agências de notícias, e portais de internet;

Atualmente a ANED mantém contato direto com o Poder Executivo - através do Ministério da Educação e do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos - e com o Poder Legislativo (Câmara dos Deputados e Senado Federal), trabalhando para que a Educação Domiciliar seja estabelecida como uma opção segura e viável em todo o Brasil;

Apoio à produção acadêmica de estudantes e professores, com ênfase em trabalhos de conclusão de cursos, dissertações e teses de mestrado/doutorado;

Participamos da I CONANE - Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação (Brasília, 2013), representamos também o Brasil na 25th Annual National Homeschool Leader’s Conference (25ª Conferência Nacional de Líderes de Homeschool, Washington-DC, EUA, 2013) e nas GHEC’s (Global Home Education Conferences) de 2012 na Alemanha e 2018 na Rússia. Também atuamos como organizadores locais da GHEC 2016 no Rio de Janeiro.